Aniversário


4
Feb 16

CONQUISTAS DAS MULHERES PELAS GERAÇÕES

Dia Internacional das Mulheres

Dia Internacional das Mulheres

Beia Carvalho pode falar das Conquistas da Mulheres através das gerações, porque entende de Gerações, é mãe de 2 filhos, avó de 2 netos, foi executiva e já empreendeu 4 vezes!

Faltam 25 dias para o dia 8 de março.

Quem sempre fala pra todo mundo, vai falar diretamente com as mulheres no mês da comemoração do Dia Internacional das Mulheres e do aniversário da palestrante também.


18
Jun 15

Quantos Muros Separam o Mundo?

Muro de Berlim caiu em 9 de novembro de 1989. Tinha 1400 km de comprimento.

Muro de Berlim caiu em 9 de novembro de 1989. Tinha 1400 km de comprimento.

Um novo muro de 175 km de comprimento e 4 metros de altura vai separar a Hungria da Sérvia. Péter Szijjártó, ministro do Comércio e Relações Exteriores, desabafou: “A Hungria não pode mais esperar!”.

Entre janeiro e maio deste ano mais de 50.000 cruzaram a fronteira ilegalmente vindos da Sérvia. Quase metade deles são de Kosovo, outros 11.253 são afegãos e 7.640 são sírios. Em menos de 6 meses a cifra de 2014 foi ultrapassada (43.360). Matéria publicada hoje no Washigton Post, por Adam Taylor.

Fico tão estupefata quando ouço falar de muros em pleno século XXI, que fui dar um gugada sobre o assunto muros no mundo. Abaixo uma tradução livre do artigo “14 Muros Continuam a Separar o Mundo”, de Rick Noack, publicado pelo Washington Post, em novembro 2014. Seguem fotos e dados de alguns 45 muros existentes hoje!

Na comemoração de 25 anos da queda do muro, em novembro de 2014, a chanceler alemã Angela Merkel disse: “Nós podemos mudar as coisas para melhor – essa é a mensagem da queda do muro de Berlim.”

Infelizmente, a toda poderosa Angela errou. Muitos dos mais de 45 muros entre nações e territórios existentes hoje foram construídos depois da queda do muro alemão, particularmente na última década, após os ataques terroristas, que derrubaram as torres gêmeas, em 2001. 

Aqui estão 19 desses muros:

INDIA & PAQUISTÃO

Soldado da Força de Segurança indiana patrulhando a cerca com o Paquistão, em Jan. 14, 2013. (Mukesh Gupta/Reuters)

Soldado da Força de Segurança indiana patrulhando a cerca com o Paquistão, em Jan. 14, 2013. (Mukesh Gupta/Reuters)

índia e Paquistão já se enfrentaram em 3 guerras, tem armas nucleares e não se entendem desde 1947.

GEORGIA & OSSÉTIA DO SUL

Em 2013, tropas russas construíram uma cerca de arame farpado entre a Georgia e a Ossétia do Sul, como parte da disputa entre Rússia e Georgia.

Em 2013, tropas russas construíram uma cerca de arame farpado entre a Georgia e a Ossétia do Sul, como parte da disputa entre Rússia e Georgia.

FAIXA DE GAZA & ISRAEL

Faixas em inglês e hebraico bloqueiam estrada que leva a Gaza. Guardas israelenses protegem os 64 quilômetros da fronteira com a faixa de Gaza, erigida em 1994. (Getty Images/David Silverman)

Faixas em inglês e hebraico bloqueiam estrada que leva a Gaza. Guardas israelenses protegem os 64 quilômetros da fronteira com a faixa de Gaza, erigida em 1994. (Getty Images/David Silverman)

EGITO & FAIXA DE GAZA

Foto tirada do lado palestino da fronteira de Rafah, em outubro de 2014, e mostra a torre do lado Egípcio. (Said Khatib/AFP via Getty Images)

Foto tirada do lado palestino da fronteira de Rafah, em outubro de 2014, e mostra a torre do lado Egípcio. (Said Khatib/AFP via Getty Images)

ISRAEL & WEST BANK

Em 2002, Israel começou a construir esse muro com 675 KM, umas partes em concreto e outras de arame farpado, com 5 a 8 metros de altura. (Atef Safadi/European Pressphoto Agency)

Em 2002, Israel começou a construir esse muro com 675 KM, umas partes em concreto e outras de arame farpado, com 5 a 8 metros de altura. (Atef Safadi/European Pressphoto Agency)

U.S. & MEXICO

A cerca entre México e EUA começou a ser construída em 2006, por conta de tráfico, violência e imigração ilegal.

A cerca entre México e EUA começou a ser construída em 2006, por conta de tráfico, violência e imigração ilegal.


Presidente Obama suspendeu partes do projeto, em 2010.

NORTH KOREA & SOUTH KOREA

Foto de outubro de 2014, cerca de arame farpado com fitas coloridas com mensagens pro unificação das 2 Coreias. (Kim Hong-Ji/Reuters).

Foto de outubro de 2014, cerca de arame farpado com fitas coloridas com mensagens pro unificação das 2 Coreias. (Kim Hong-Ji/Reuters).


É considerada uma das últimas fronteiras do Guerra Fria.

ÍNDIA & BANGLADESH

Em 1993, a construção da cerca começou. São 4.000 KM acidentados entre Índia e Bangladesh. (Ramakanta Dey/Associated Press).

Em 1993, a construção da cerca começou. São 4.000 KM acidentados entre Índia e Bangladesh. (Ramakanta Dey/Associated Press).


Mais de 700 bangladeshis morreram entre 2000 e 2007, de acordo com o Guardian.

UNIÃO EUROPÉIA

Cerca entre a fronteira da Bulgária e Turquia, perto da vila de Slivarovo. (www.politicalbeauty.com via AFP)

Cerca entre a fronteira da Bulgária e Turquia, perto da vila de Slivarovo. (www.politicalbeauty.com via AFP)


A União europeia construiu várias cercas, supostamente para prevenir a entrada de refugiados do Oriente Médio e do norte da África.

ESPANHA & MARROCOS

Foto de outubro de 2014 mostra um guarda civil espanhol puxando um imigrante africano tentando atravessar a fronteira entre Melilla (cidade autônoma espanhola, situada no norte de África) e o Marrocos. (Jesus Blasco de Avellaneda/Reuters)

Foto de outubro de 2014 mostra um guarda civil espanhol puxando um imigrante africano tentando atravessar a fronteira entre Melilla (cidade autônoma espanhola, situada no norte de África) e o Marrocos. (Jesus Blasco de Avellaneda/Reuters)

CHIPRE

Muro divide na fronteira da zona-tampão das Nações Unidas, vista da área controlada Greco cipriota, em março de 2014. (Neil Hall/Reuters)

Muro divide na fronteira da zona-tampão das Nações Unidas, vista da área controlada Greco cipriota, em março de 2014. (Neil Hall/Reuters)


Chipre está separada por uma zona tampão das Nações Unidas, estabelecida em 1974. O muro divide a parte sul da ilha, da parte norte, que é reconhecida como um território independente pela Turquia.

IRLANDA

Fotos de outubro de 2014, do muro que divide as comunidades Católicas e Protestantes. (Cathal McNaughton/Reuters). Ainda hoje existem 99 barreiras em Belfast, e outros muros na cidade de Derry.

Fotos de outubro de 2014, do muro que divide as comunidades Católicas e Protestantes. (Cathal McNaughton/Reuters). Ainda hoje existem 99 barreiras em Belfast, e outros muros na cidade de Derry.

MARROCOS & SAARA

Soldados marroquinos no "muro de areia fortificado" que separa áreas controladas do Marrocos, no Saara Ocidental perto da fronteira com a Argélia. Foto nov 2014.

Soldados marroquinos no “muro de areia fortificado” que separa áreas controladas do Marrocos, no Saara Ocidental perto da fronteira com a Argélia. Foto nov 2014.


Trincheiras, arame farpado, minas terrestres e um batalhão de soldados guardam esta fronteira construída em 1987, para impedir ataques de tropas separatistas no Saara ocidental.

BAGDÁ

Homem faz uma pintura no muro que protege a parte sul do enclave xiita da Sadr City, em Bagdá. (Karim Kadim/Associated Press)

Homem faz uma pintura no muro que protege a parte sul do enclave xiita da Sadr City, em Bagdá. (Karim Kadim/Associated Press)

Em 2007, o governo americano construiu um muro de 5 KM, em Bagdá para separar comunidades predominantemente sunitas ou xiitas. O muro, supostamente temporário, está lá até hoje.

MAIS MUROS
Há um cerca eletrificada na fronteira de Botsuana e Zimbábue. E muros entre a Malásia e Tailândia, Arábia Saudita e Iraque, Irã e Iraque, e Kuwait e Iraque.

A sensação de traduzir, ver e rever estas fotos sobre desumanidades é muito desanimadora. Elevo meus pensamentos para que eles se unam a todos homens que desejam um mundo de humanos civilizados à procura do bem-estar para a humanidade. É fácil. É só deslocar toda essa energia de guerra para uma guerra a favor de todos os homens. Todos. E não como aprendemos na história, a favor de poucos.  Muito poucos.

NOTAS:
1) Washington Post: Hungary’s response to the migrant crisis? A 109-mile-long, 13-foot-tall fence http://www.washingtonpost.com/blogs/worldviews/wp/2015/06/18/hungarys-response-to-the-migrant-crisis-a-109-mile-long-13-foot-tall-fence
2) Washington Post: These 14 walls continue to separate the world

http://www.washingtonpost.com/blogs/worldviews/wp/2014/11/11/these-14-walls-continue-to-separate-the-world


15
Jun 15

50 anos de Inovação: OLHO NELES!

Contato, inovação anos 1980, por Beia Carvalho, presidente das Palestras 5 Years From Now® e Galileo Giglio, CEO e diretor de criação do Estúdio MOL.

Lentes de Contato, inovação anos 1980, por Beia Carvalho, presidente das Palestras 5 Years From Now® e Galileo Giglio, CEO e diretor de criação do Estúdio MOL TV.

Tem gente que foge do job que nem o diabo foge da cruz. Tem gente que empurra o job com a barriga. Outros são corretos: vão lá e executam. OK. Poucos, raros, agarram o bixo-job pelos cornos até dominá-lo e aos poucos arquitetam um meta job. O job do job.

E aquilo vai crescendo e tomando dimensões faraônicas. E a criatura-criadora, um tanto quanto tomada por todo aquele redemoinho de ideias, pessoas, imagens e possibilidades, bate o martelo e vai. Vai com tudo. Acelera numa tresloucada empreitada que inclui muita pesquisa, organização, coordenação, timing, e tesão sem fim. Tesão pelo trabalho.

Todos os finais de ano, presencio os momentos de nascimento do job “Aniversário do Jornal propmark”. A cada ano, uma nova-e-insana ideia é levada a cabo e nos encanta. E a cada ano, assisto à metamorfose do job em meta-job. Mais um ano, mais uma grande ideia, mais uma comemoração.

O resultado?

Sempre fantástico, interessante, gostoso, leve, instrutivo. A edição é da altura de um tijolo. Fruto de uma cabeça que não se cansa em fazer combinações inovadoras.

Ao completar 50 anos, o propmark faz nesta edição uma homenagem à INOVAÇÃO. Seu editor convidou 50 profissionais a representar visualmente as 50 inovações dos últimos 50 anos. É uma honra, um prazer inenarrável, ser parte deste seleto ‘club’.

Uma das 50 inovações destes 50 anos foram as Lentes de Contato. Desde que comecei a usá-las, há 20 anos, sou fã e uma verdadeira propagandista deste produto. Quem me conhece e tem mais que 40 anos, usa lentes, rs.

E o assunto-lentes-de-contato me seduz ainda mais, pela assombrosa evolução que as lentes terão nos próximos 10 anos.

De executar as funções do estranho Google Glass, a monitoramento da diabetes, realidade aumentada e a possibilidade de enxergar luz ultravioleta e infravermelha no mesmo espectro normal de visão. Para uma futurista como eu, lentes de contato são um verdadeiro parque de diversões. E tenho a certeza que cada um dos 50 convidados se sentiu, assim como eu, em total sinergia com o tema. Você está percebendo e acompanhando o tamanho da encrenca que é este job?

Espero que também goste da minha metade deste trabalho, criado junto com Galileo Giglio, CEO e diretor de criação do Estúdio MOL TV.

Galileo Giglio, CEO e Diretor de Criação do Estudio MOL TV

Galileo Giglio, CEO e Diretor Criação do Estudio Mol TV

Tudo começou a ser gerado pelo Diretor de Redação Marcello Queiroz, em dezembro de 2014. Porque tem gente que tem um prazer visceral em inovar. Que pega o job pelos cornos e o domina! Eu quero estar mais e mais colada a pessoas como o Marcello, que me inspiram, me empurram, me fazem repensar e re-repensar. Valeuuuu, Marcello Queiroz!

Aqui o meta-job:

por Marcello Queiroz

Uma das palavras que podem estar mais diretamente associadas à inovação é o desafio. Pois bem, o propmark se propôs ao interessante desafio de selecionar 50 exemplos de inovação nos últimos 50 anos para comemorar o aniversário de 50 anos do jornal.

O principal critério estabeleceu que cada um dos exemplos precisaria ter sido lançado em qualquer lugar do mundo a partir de 1965. A seleção também poderia contar com inovações idealizadas antes de 1965, mas que só chegaram ao Brasil ou tiveram impacto comercial a partir de algum momento no tempo decorrido das últimas cinco décadas. Também avaliamos o impacto das inovações no dia a dia do consumidor.

A relação desses 50 exemplos foi definida pela Redação do propmark após indicações feitas pelos professores Edward Leaman e Patrick Hunt, da Universidade de Stanford, especializados na área de inovação.

Para cada item da lista, o propmark escolheu um convidado especial para fazer uma representação visual. O briefing para cada convidado foi simples: imaginar ou desenvolver um desenho/arte/fotografia/colagem/montagem/ilustração com sua visão criativa ou mercadológica para os exemplos de inovação. O resultado, que inclui do adoçante artificial ao YouTube, passando por Prozac, Viagra, DVD, fertilização in vitro, fibra ótica, smartphone, GPS, Projeto Genoma e cirurgia a laser, está nas páginas a seguir.

Viva a inovação!

Parabéns ao empresário fundador do jornal Propmark, Armando Ferrentini!

Para ver as 50 inovações, clique aqui: http://propmark.uol.com.br/especial50#

Palestras 5 Years From Now® pela Futurista Beia Carvalho

Palestras 5 Years From Now® pela Futurista Beia Carvalho


29
Nov 14

FAIVE FAZ SIX!

Beia Carvalho, palestra das Gerações, Paulínia.

Beia Carvalho, palestra das Gerações, Paulínia.

No último post de 2013, me despedi da fase consultoria da 5 Years From Now® fazendo um balanço de seus 5 anos de atuação. E soltei um grito de guerra – minha visão para os próximos 5 anos:

“BÓRA PALESTRAR PRA MILHARES!”

Graças a clientes, amigos, prospects, fãs, fornecedores e amigos dos amigos realizei a visão, já em 2014! E que ano tão ingrato esse 2014! Tão esperado, tão sonhado e tão difícil para todos nós que trabalhamos dedicada e incessantemente.

Falar para milhares é emocionante, excitante, inebriante, instigante, estimulante, fascinante, provocativo, impressionante, cativante, magnífico, paralisante, devastador, surpreendente, espantoso, assombroso, arrebatador, estonteante, irresistível, opressor, alucinante, extraordinário, deslumbrante, cambaleante, asfixiante, maravilhoso, miraculoso, estupendo, fenomenal, excepcional, inconcebível. Superlativo.

Minha reverência a meus clientes que fizeram meu ano: Paulo Vaz, Erik, Mario e Barreto; Rosana Monteiro, Regina, Valeria, Vania, Eduardo, Fernando e Elaine; Lu Freire; Karen Midori, Fernanda, Thalita, Anna Paula, Vania Ferrari; Otavio Dias, Luna, Gil Giardelli, Marina Campos, Edu Santos, Daniel Chagas; Marcos Melo, Marcelo, Rick Berlitz, Erika, Mila e Antenor; Muzy e Solange; Raquel Frois, Sandra e Mayony; Andrea Aydar, Eliana e Yoshimi; Ana Lucia, Adelir, Vanessa Campos; Fernanda Maia e Erica; Ronaldo Ramos, Lucia-Helena, Paulo e Jose Cordeiro; Leila Navarro e Fadel; Iris Barbosa e Gabriela.

A todos os fãs das redes sociais, que a cada hora, a cada dia, nos paparicam com seus likes, comentários, emoticons, e nos tornam populares em tantas tribos diferentes deste Brasilzão. Incessantemente, incansavelmente. E ganhei até uma hashtag: #TietedaBeia

RUMO A 2020! DAQUI 5 ANOS!

16° Encontrão, Guarapari-ES: mais de 1.000 na plateia

16° Encontrão: mais de 1.000 na plateia de Guarapari.

Mais de 1.000 professores municipais na plateia

Mais de 1.000 Professores municipais na plateia do Espaço das Américas

Paulínia: mais de 1.000 educadores na plateia

Teatro de Paulínia: mais de 1.000 Educadores na plateia

And last, but not least, aos amados amigos do peito, com o colo sempre presente de Edson Pires, Marcello Queiroz, Nélio & Nany Bilate, André Moraes, Valeria Midena e à grande amiga Taís de Souza. E, lógico, aos filhos Galileo e Guido.

Nany, Nelio & Consuelo

Nany, Nelio & Consuelo

Marcello & Beia

Marcello & Beia

Beia & Edson

Beia & Edson


Beia e Taís

Beia e Taís

 


25
Mar 14

Selfies & Networking

Fernanda e Beia, Brooklyn, NY, 2014

Fernanda e Beia, Brooklyn, NY, 2014

Brooklyn, final de inverno, -3C, caminho por 15 minutos. Destino: Manhattan. Meio: metro.

Chego. Tô gelada. Entro na estação. Máquinas de tickets quebradas. Dois homens tentam consertar. Estou no guichê. Passagem pra Rua 14, plis. Não há trens para Manhattan. Como assim? Madam, não há trens para Manhattan. Não sabemos o que aconteceu. Não sabemos quando haverá. Ponto final. Volto pra rua na esperança de um taxi. Não vai rolar. São poucos e cheios. E muita concorrência. Polar, a esquina em que me encontro. Vento inimigo, cortante. Vejo 2 mulheres muito lindas se abraçando. É um adeus. Falam brasileiro. Cada uma vai para um lado. Interrompo a mais próxima. Onde é o melhor lugar pra se pegar um taxi por aqui? Vem comigo. Tem taxi-service na quadra da frente. Mais do que bonita, tem aquela luz que algumas pessoas tem. Fico fascinada. Ela é fotógrafa. Veio fazer curso. Já terminou faz 1 ano. Mas tá aqui, ficando, cavando. Me conta da festa indiana que abre a primavera. Foi ontem, no Queens. Jogam pó colorido, daquelas cores da India, vermelho, azul turquesa, roxo, rosa choque, para o alto, nas pessoas, em tudo. Uma euforia cromática. Meu taxi chega. Pergunto seu nome. Fernanda. Sou Beia. Ah, eu sabia que você era a Beia, desde que te vi na esquina. Eu sou amiga da Bruna Laruccia, que trabalhou com você – há 5 anos atrás. Como dizem os gringos:”What are the odds?”. Não sei. Lembro daquele matemático que calculava a probabilidade dos ganhadores da loteria da semana. Tem milhão de brasileiros em New York. Não importa, a gente se espanta. É intrigante.

Seria só isso, uma coincidência? Ah, a mente quer achar que aí tem mais.

Damos risada e nos abraçamos. Fazemos um selfie. Compartilhamos com a Bruna. Vou para um lado. Ela para o outro. É a mesma cena de 5 minutos atrás. Dia da marmota?*

Notas:
-Fernanda Lens, fotógrafa
-Bruna Laruccia, publicitária
-Comemoração de 60 anos
-*Groundhog Day (Feitiço do Tempo) foi dirigido por Harold Ramis, em 1993.
No filme, um egocêntrico homem do tempo da TV, encontra-se repetindo o mesmo dias várias vezes, durante a abertura do anual Dia da Marmota. Em 2006, Groundhog Day foi incluído no National Film Registry, sendo considerado “culturalmente, historicamente ou esteticamente significaste”.- Wikipedia


2
Mar 14

Faça exercícios & envelheça bem, não importa sua idade

Exercícios na meia idade: comece!

Exercícios na meia idade: comece!

(traduzido livremente por mim do New York Times)

Um novo estudo traz esperança e encoraja adultos que de alguma forma negligenciaram a atividade física nas últimas décadas. Diz que tornar-se fisicamente ativo na meia idade, mesmo para alguém que tenha sido sedentário por anos a fio, reduz substancialmente a possibilidade de vir a adoecer seriamente ou ficar fisicamente incapacitado na aposentadoria.

O novo estudo é uma das inúmeras pesquisas dedicadas a examinar o envelhecimento bem sucedido (“successful aging”), um tópico com um considerável interesse científico, já que as populações dos Estados Unidos e da Europa (e no Brasil a partir de 2030), estão envelhecendo. E junto com elas, muitos cientistas. Em pesquisa, o termo “envelhecimento bem sucedido” significa muito mais que simplesmente estar vivo, o que é o requisito óbvio e básico. O envelhecimento bem sucedido envolve uma debilidade mínima após a idade de 65 anos, com pouca ou nenhuma séria doença crônica diagnosticada, depressão, declínio cognitivo ou problemas de locomoção que impediriam alguém de viver independentemente.

Estudos epidemiológicos detectaram que vários fatores já esperados contribuem para o envelhecimento bem sucedido. Nunca ter fumado, ter consumido álcool moderadamente e, por mais que seja injusto, ter dinheiro. Pessoas com mais recursos econômicos tendem a desenvolver menos problemas de saúde na meia idade, do que pessoas não tão bem de vida.

Mas ser fisicamente ativo durante a fase adulta é particularmente importante. Num estudo em grande escala publicado no ano passado, com mais de 12.000 homens australianos entre 65 e 83 anos, aqueles que praticavam exercícios por mais ou menos 30 minutos, 5 vezes por semana, estavam muito mais saudáveis e menos suscetíveis a morrer 11 anos após o início do estudo, que aqueles que eram sedentários. Mesmo quando os pesquisadores ajustaram os hábitos de fumar, educação, índice de massa corpórea e outras variáveis.

Outro estudo da University College London em conjunto com outras instituições pesquisou e observou de perto os hábitos de milhares de cidadãos ingleses, sobre como eles comiam, se exercitavam, se sentiam e de modo geral, como viviam, por décadas. Para o estudo, os cientistas isolaram 3.454 respondentes saudáveis, homens e mulheres entre 55 e 73 anos que informaram seus hábitos durante 8 anos.

Os pesquisadores dividiram os respondentes entre fisicamente ativos e não ativos. Por “ativo” o generoso estudo entendia que 1 hora por semana de atividades moderadas ou vigorosas bastavam. Dançar, lavar o carro, caminhar, cuidar do jardim 1 vez por semana já qualificava como “ativo”.

Oito anos depois que o estudo começou, o resultado mostrou que os respondentes que tinham sido e continuaram a ser fisicamente ativos, envelheceram melhor, com menor incidência das doenças crônicas, perda de memória ou incapacidade física. Mas a grande notícia é que aqueles que eram sedentários e começaram a se tornar ativos apenas na meia idade, também envelheceram com sucesso. Os exercícios na meia idade tiveram o efeito de reduzir em 7 vezes o risco de se tornarem doentes ou inválidos após 8 anos, comparados com aqueles que se conservaram ou se tornaram sedentários. Mesmo levando em conta o tabagismo e outros fatores.

Esses resultados reafirmam tanto a ciência como o senso comum. Os pesquisadores concluíram que “a redução da mortalidade associada ao aumento da atividade física foi similar àquela associada com o parar de fumar.”

Mas neste estudo, os voluntários não simplesmente viveram mais; eles viveram melhor que seus pares não ativos fisicamente, o que não deixa nenhum argumento para nós vivendo nossa meia idade. “Construa atividade no seu dia-a-dia. Ou, em termos concretos, se você ainda não dança, dance, lave seu carro e se seus talentos lhe permitem (os meus não), combine os dois, diz o Dr. Hamer.

NOTAS:
1. Neste mês de março completo 60 anos. Faço Pilates 2 vezes por semana há 10 anos. Torço para estar encaixada nos estudos!
2. Original: Exercise to Age Well, Whatever Your Age, escrito por Gretchen Reynolds, janeiro 29, 2014. http://mobile.nytimes.com/blogs/well/2014/01/29/exercise-to-age-well-regardless-of-age/?smid=tw-nytimes
3. Imagem: ON FEINGERSH/GETTY IMAGES


11
Dec 13

Five Years From Now faz 5 anos!

É, conseguimos!!!
Em 5 anos, 40 empresas atendidas e mais de 500 profissionais em workshops. Nas quase 50 palestras, milhares! Bóra FUTURAR! Bóra PALESTRAR para milhares! Feliz 2019!
Obrigada a todos os clientes, amigos, monitores, prospects, fãs, fornecedores, amigos dos amigos e plateias de minhas palestras. Em 2014, dedicação total aos 5 temas de palestras: FUTURO, INOVAÇÃO, GERAÇÕES, SE LIGA e MKT PESSOAL.

Presente de aniversário: linda matéria no Propmark!

Presente de aniversário: linda matéria no Propmark!

HIGH FIVE! #faivefaz5

HIGH FIVE! #faivefaz5

#faivefaz5

#faivefaz5


24
Sep 13

Daqui 5 anos tem festa de 15 anos do Estúdio MOL!

Estúdio MOL faz 10 anos!

Estúdio MOL faz 10 anos!

Dizem os especialistas que, a partir dos 10 anos, as crianças começam a sair da infância.
E visualizam o mundo adulto, no qual estão loucos ou sendo forçados a entrar.
Um mundo mais complexo.
Um futuro cada vez mais próximo.

É a idade da Independência.
Necessidade de esticar as asas.
Uma idade de grande apetite.
Afinal, há mais uma grande década pela frente.

E apetite é o que não faltou neste ano que o Estúdio MOL completa 10 anos: “mais de 270 projetos de vídeo e animação em 2013 e a expectativa de crescer 50% este ano”. Daqui 5 anos, metade do que compartilharemos por celular/pad será no formato vídeo.

Não é assim corriqueiro fazer 10 anos. O IBGE concluiu que as empresas brasileiras sobrevivem, em média, 10 anos. Ufa! Desta estatística o Estúdio MOL já passou.
Se não é corriqueiro para o IBGE, para mães como eu, menos ainda. E quando dá certo, passa tão rápido!

Estúdio MOL 10 anos!

Estúdio MOL 10 anos!

Me lembro quando eram 2 estudantes da FAU e 1 da GV, que adoravam cartoons, brinquedos, design, animação, papel, cores, cores e cores e, acima de tudo, criar.
Um dia, sumiram. Passaram-se algumas semanas até que, sem querer, descobri que tinham alugado uma salinha na Vila Madalena. Dali, foram para aquele incrível espaço, Módulo Fidalga. E agora, de novo, de casa nova. Comento mais abaixo.

Foi para o Estúdio MOL que fiz o “piloto” do meu workshop 5 Years From Now®, em 2007. Cresceram. Com o tempo splitaram em 3 negócios: Editora MOL do Rodrigo, MOL Toons do Zullo e o original, Estúdio MOL, de Galileo Giglio.

Desde o 1o. projeto de LEGO para o Banco do Brasil, em 2003, os formatos e limites entre arte, design e comunicação já foram quebrados. Ilustração, animação, inovação ou diversão? Essa determinação para cruzar, sobrepor, estilhaçar, desafiar, desmontar e remontar disciplinas é de nascença, congênito. Não tem com não ser.

E não foi fácil. Alguém disse que seria?
Não foi Steve Jobs que disse “o que separa os empreendedores de sucesso daqueles malsucedidos é a pura perseverança”? Então, parabéns ao empresário Galileo por perseverar!

Se você quiser conhecer o novo (lindo) loft do MOL, projetado por Ciro Ghellere, bem no centro de Sampa, vai se surpreender. Elogios ao “achado” era só o que se ouvia na festa de inauguração. Tem estúdios de vídeo e foto próprios, do ladinho do Metro República. Assim fica fácil, pra você e todos que trabalham na produtora, utilizar transporte público.

Há 10 anos, não existia Facebook (2004), Youtube (2005), Twitter (2006), Instagram (2010). Para o Estúdio MOL, um mundo que se mostra em diferentes formatos a cada momento é uma diversão. E divertido e colorido, o Estúdio MOL sempre foi, em todas as suas versões.

Cranio e MOL Graffitti ITAU

Cranio e MOL Graffitti ITAU

Estúdio MOL para Natura Sou

Estúdio MOL para Natura Sou

Galileo Giglio, CEO Estúdio MOL

Galileo Giglio, CEO Estúdio MOL

Guguei e achei: divertir, do latim divertere: “voltar-se para um lado diferente das preocupações”. Acho que é uma boa definição para a criação do Galileo e seu time vencedor. Viva a Geração Y!

Petrobras – Energia from Estudio MOL on Vimeo.

Os clientes-anunciantes:
Natura, Itaú, Oi, Nike, Volkswagen, Coca-Cola, MTV, O Boticário e Ferrero.
Os parceiros:
ID\, AlmapBBDO, NBS, W/McCann, Live Ad, Leo Burnett, Ogilvy, Neogama e Black Maria.
A linha do tempo:
2003: #partiu com Galileo, Rodrigo e Zullo.
2013: Estúdio MOL comemora 10 anos em nova sede.
2018: daqui 5 anos estaremos na festa de 15 anos do Estúdio MOL.

NOTAS:
1. Vídeo móvel será 46% do tráfego Internet em 2018:http://tinyurl.com/nzly6ns
2. Estúdio MOL aponta crescimento: http://propmark.uol.com.br/produtoras/45651:estudio-mol-aponta-crescimento
3. Mãe Coruja, publicado em 6/10/2010: http://www.5now.com.br/mae-coruja/#more-257
4. Pesquisa IBGE, divulgada em 23/08/2013: http://tinyurl.com/mmb7mv5

Mais sobre Estúdio MOL:
- Estúdio Mol é destaque no meio digital, publicado em 10/4/2013: http://propmark.uol.com.br/produtoras/40084:estudio-mol-se-destaca-no-digital
- Itaú comemora um ano de Facebook, publicado em 13/11/2012:

http://propmark.uol.com.br/digital/42417:itau-comemora-um-ano-de-facebook

Galileo Giglio, CEO Estúdio MOL

Galileo Giglio, CEO Estúdio MOL


Fotos Galileo Giglio by Daniela Toviansky


2
Dec 12

4 anos da 5 Years From Now®

Há 4 anos o céu mostrou esse alinhamento surpreendente: Júpiter, Vênus e Lua.

Alinhamento surpreendente de Júpiter, Vênus e Lua.

Alinhamento surpreendente de Júpiter, Vênus e Lua.

Era o dia 1 dezembro 2008!
Dia que escolhi para lançar a consultoria de negócios 5 Years From Now®.
Por que? Porque fatos muito inovadores vem acontecendo neste dia desde 1600!

Nestes 4 anos, contei com velhos amigos e novos clientes – para espalhar um negócio inédito: transportar-se para daqui 5 anos, para o futuro, onde nada existe, só o que você inventar.

Taís e Beia celebram 4 anos de 5 Years From Now®
Taís e Beia celebram 4 anos de 5 Years From Now®

fatos inovadores ocorridos em 1 de dezembro
1640 – Dom João IV é aclamado rei, após 60 anos de domínio espanhol
1878 – Instalado 1º. telefone na Casa Branca
1887 – Publicado 1º. romance policial sobre o detetive Sherlock Holmes
1902 – Lançamento de ‘Os Sertões’, de Euclides da Cunha
1909 – Fundado 1º. Kibutz, em Israel
1913 – Inaugurado 1º. posto de gasolina em Pittsburgh
1935 – Nasce Woody Allen, cineasta e humorista norte-americano
1955 – Rosa Parks é presa por se recusar a ceder lugar no ônibus a um branco
1959 – Tratado Antártico: nações se comprometem a não reivindicar o continente
1959 – Tirada 1ª. fotografia colorida do planeta Terra, de uma espaçonave
1970 – Aprovada lei do divórcio, na Itália
1976 – Estréia Dona Flor, maior bilheteria do cinema, indicado ao Globo de Ouro
1989 – Gorbatchov é o 1º. líder soviético a visitar o papa João Paulo II, desde 1917
1990 – Operários dos 2 lados do túnel sob o Canal da Mancha encontram-se
1999 – Apenas 30 dias para o Bug do Milênio!
2002 – Num blog “a volta do feriadão foi um saco.”
2005 – Aprovado casamento entre pessoas do mesmo sexo na África do Sul
2005 – Parlamento belga reconheceu o direito à adoção para casais gays
2008 – Beia Carvalho lança o inédito Workshop 5 Years From Now®
2009 – Beia Carvalho comemora 1 ano da 5 Years From Now®
2010 – Beia e Taís comemoram 2 anos da 5 Years From Now®
2011 – Beia e Taís comemoram 3 anos da 5 Years From Now®
2012 – Beia e Taís comemoram 4 anos da 5 Years From Now®!

5 anos é perto o bastante para você imaginar e longe o suficiente para você sonhar.
Se você é empresário, venha participar de nossos workshops no ano que vem: 2018 está encostando aqui na 5 Years From Now®!

Nós somos a consultoria 5 Years From Now®.
Somos especialistas em fazer você tirar os pés do chão e aterrissar num espaço dissidente, onde ideias divergentes são acolhidas, onde combinações exóticas, infantis, extravagantes, idiossincráticas, alternativas, não ortodoxas, não convencionais, excêntricas e impensáveis são possíveis. Onde as crises do presente são coisas do passado. Aqui, no futuro, nada existe, só o que você inventar.

Somos especialistas em fazer você tirar os pés do chão, pirar e dar saltos para o futuro.